Quando fere e não mata, fortalece!

By Samadar Kintê - 21:16

AVIDADEBA-QUANDO-FERE-E-NAO-MATA-FORTALECE-SAMADAR-KINTE

Vocês não sabem, mas essa semana terminei de escrever um post que talvez nunca vá ao ar. A verdade, é que ainda queria muito posta-lo. Só que minha mais velha e alguns amigos me disseram:    _ Esse texto, mais te prejudica do que passa o recado. E no final não vai valer a pena!
Lá no fundo, eu sei que é verdade...só que nesses momentos sou extremamente Ariana. E meu lado satanaries me pega. Tem o trecho de uma musicas dos Los Hermanos que diz muito sobre como me sinto nesses momentos que diz assim: Eu gosto é do estrago! Essa é a verdade.

Mas, como eu quero ser uma pessoa melhor, pra mim e para o mundo, resolvi tentar um novo post e fazer diferente. Nesse mês tive a clareza e a dimensão de como a comunicação pode influenciar diretamente sobre sua vida, mesmo que você não diga uma palavra se quer sobre algum determinado assunto. Basta você se expressar pro mundo! Também não precisa entender sobre técnicas de comunicação e marketing, se você, passar uma temporada trabalhando em uma cidade pequena, gravar um video, não vai precisar de mais nada, sua linguagem corporal vai fazer o resto por você! Está entendendo? Pegou a indireta? Então me acompanha :*
J
á disse algumas vezes por essas bandas que, fazer amizades nunca foi meu forte. Então se você é novo por aqui...já pega essa info.  Na real, não tenho prática nenhuma, nesse campo!! Sabe aquele ditado que diz "Quando eu amo, eu amo, quando eu odeio, eu odeio" é mais o menos assim que funciona comigo. E quando encontros como esses de "amor e ódio" acontecem, particularmente reverbero essas emoções, como a espontaneidade de uma criança. Mas querem sabem de uma coisa meus amores? É exatamente aí, que mora o outro lado da moeda. Não é mesmo Grampão?
Em tempos onde se relacionar chega ser um ato de coragem, você demostrar qualquer tipo de amor, cumplicidade pode acabar com sua paz, sua intimidade e tudo mais que as pessoas acreditem ter direito de fazer contigo. Agora o que aprender com momentos como esse?

Primeiro aprendizado: se manter firme e segura sobre a forma que você escolheu para se expressar para o mundo. Não abra mão disso! Se não, é capaz de em dois tempos, você se tornar uma criatura infeliz e sozinha sem ninguém fazendo questão de ter você por perto. Lembre-se que já nascemos abençoad@s com uma lei chamada livre arbítrio e ela, junto com o bom censo faz milagre! Por tanto não se faça de rogada e vá fazer amplo uso desses privilégios direitos.

Segundo aprendizado: seja cúmplice. E a primeira dessa lista tem que começar por você. Seja cúmplice de si mesma. Depois escolha outros cúmplices com quem você possa compartilhar intimidades, sonhos, amores e todos os segredos, todos os olhares que tiver tempo e direito de compartilhar. Minha única ressalva é que fique atenta, algumas pessoas confundem amor incondicional com personalidade pateta. Existem seres que aproveitam aquele momento de intimidade seu com algum companheiro, amigo de trabalho - Aqui vai outra indireta...pegou? Então me segue! - ou o seu silêncio para determinados assuntos, para transforma tudo que disse, em pouco tempo numa fofoca sem tamanho. E quando você menos esperar, já virou pauta em conversas de carro, aquele comprimento disfarçado na rua, conversas em whatsapp e comentários no facebook.

Essas criaturas estão presentes em todos os ciclos sociais de nossas vidas, não importando em que tipo de relação você esteja. Essas são aquelas pessoas capazes de abrir suas portas, te convidar pra entrar, oferece uma água, troca palavras de apoio, fidelidade, compromisso e no final você acabar descobrindo que tudo não passava de falsidade e mentira.

Mas é no terceiro aprendizado que você tem a chance de se superar e passar de ano. Começando a compreender que algumas pessoas são tão infelizes, com elas mesmas e com a vida que tem, que a simples forma como você vê e se expressa por mundo, fazem delas pessoas ainda mais amarguradas. Elas não conseguem se quer enxergar, que talvez esse seu jeito possa disperta-la para a beleza que a vida deu de presente pra cada serumaninho desse planeta. Beleza essa capaz de despertar em nós o brilho e a força de encontrar nosso próprio caminho de felicidade e auto-aceitação.
É triste também constatar que pra muitos, ainda é difícil  se perceber nesse abismo, visto que eles continuam focados em seus próprios umbigos e não conseguem enxergar se quer, um palmo a sua frente. Mas é como diz o ditado "quando fere e não mata, com certeza fortalece". - Especial 04

Beijo Grande :)

  • Compartilhe:

Você também pode gostas desses assuntos

0 comentários

Quero muito sabe o que você achou, não vai antes de me contar viu!