É preciso enfrentar a vida!

By Samadar Kintê - 17:00

E-preciso-enfrentar-a-vida-samadar-kinte


A verdade é que eu não sou, a melhor referência para insitar esse tipo de conselho. Mas tenho me esforçado para tal...e tendo dado pequenos passos rumo esse caminho. A esperança e que num futuro breve eu já tenha algumas histórias para compartilhar com vocês, resultante desta nova versão humana dessa moça que vos fala.

Dizem que as mais belas almas são aquelas que enfrentam a derrota, o sofrimento, a luta, a perda, os medos de frente...pra mim isso realmente é lindo...um ato de bravura e determinação, mas que só é tão fácil quanto lindo, nas literaturas e produções que vemos mundo afora, visto que na vida real, passar por tudo isso, sempre com o coração apertado. 
É verdade! Vocês podem estar ai do outro lado concordando comigo. Mas se não concordar também não tem problema não, pois eu vou dizer o que para mim é enfrentar a vida e nessa minha rasa teoria, nada se tem sobre atitudes heroicas ou de eterna postura de resiliência...

Enfrentar a vida tem mais haver de como eu descubro, ao meu modo, como sair das profundezas que encontro sobre mi mesma diante das provações que a vida me apresenta e de como, acabo aceitando minhas fragilidades durante todo caminho, do que a lista numerada sobre a quantidade de provações que já fui obrigada a passar por conta desta vivencia neste plano. Por que minha cara audiência, nos dias de hoje se formos disputar os tipos de provas que a vida nos apresenta...ninguém vai ter direito ao primeiro lugar no pódio, a verdade é que, estamos todos na mesma dificuldade evolutiva!!! Nem melhor, nem pior...apenas deferente.

Mas, pensando bem, deve existir um fundo de verdade em tudo isso. Sem a maquiagem das belas histórias sociais de resiliência e de super-herois que vemos nos contos aí a fora, deve existir um fundo real em todo esse loope social que todos nós vivemos.
Essas pessoas que conseguem alcançar sua luz e sua sombra de cabeça erguida, na verdade conhecem profundamente si mesmas. É o que sempre tenho visto em meus estudos. Tudo volta para o mesmo ponto de partida. O auto-conhecimento. São criaturas muito "bem resolvidas" não se demoram em seus erros e o mais importante se perdoam muito rapidamente. Tudo o que for necessário para que possam continuar sua jornada. Elas não esperam nada da vida, a não ser delas mesmo. Essa sem dúvida tem sido a lição que mais tenho aprendendo no que se diz respeito ao enfrentamento da vida.

Você conhece algum serumaninho com essas atitudes de vida? Aquelas pessoas incríveis que conseguem sempre dar a volta por cima e nunca perdem a fé na vida? Eu só consigo listar dois. Esses seres são fáceis de reconhecer elas são pessoas de uma sensibilidade e de uma compreensão de vida de enche os olhos e o coração de qualquer um. São identificados por sua compaixão, doçura e amorosidade...não tem erro!!! Se por acaso a vida já te apresentou algum serzininho...espero que você tenha aproveitado a oportunidade de aprendizado. Agora vida não nos apresentam exemplos de seres assim por acaso.  

Não precisamos estar diante da morte, para abrirmos os olhos de que a vida realmente é agora. Que não vive-la, não enfrenta-la...não vai nos anular da responsabilidade de ter, ou não ter vivido-a. As estatísticas contam que são nesses momentos que a maioria de nós, percebe pela primeira vez, que a vida aqui não é mais do que a soma total de cada escolha que fazemos durante as fases de nossas vidas, mas também que só nestes distantes que nos dispomos a tomar responsabilidade por elas. Nossos pensamentos, os quais somos responsáveis, são tão reais quanto nossas ações. Cada palavra, cada caminho tomado, cada trabalho feito afetam não só a nossa vida, como a de milhares de outras. Então se a morte é certa para todos, vive-la também é! Corremos atrás de valores, que diante da morte nada valem, porque eu sei que no final da minha vida, ninguém vai me perguntar quantas faculdades ou diplomas eu tenho, quantas mansões eu comprei e nem quantos carros eu tinha na garagem...vamos acordar, eu quero aprender a viver, de verdade, com lucidez e felicidade sobre cada passo tomado.

Meus estudos também apontam que, ao longo da vida, o universo vai dando pistas sobre qual melhor caminho seguir, só precisamos manter o coração aberto. Não preciso mais ter medo de viver, nem de sentir dor...eu sei que posso me curar se não me negar a enfrentar a vida.

E você, tem medo de enfrentar a vida? Me conta aqui no comentários ou então lá no meu instagram @samadarkinte
Nos vemos semana que vem, beijo grande da #bah e até a próxima :)

  • Compartilhe:

Você também pode gostas desses assuntos

0 comentários

Quero muito sabe o que você achou, não vai antes de me contar viu!