Onde estão as mulheres escritoras?

by - 15:14


Ano passado na FLIP - Festa Internacional de Literária de Paraty foram convidados 44 escritores sendo que apenas 7 eram mulheres. Só que a produção literária feminina é bem grande e, a cada dia vem ganhando espaço,para vocês terem uma ideia em 2013, os três prêmios principais de literários foram dados a mulheres escritoras .
A neozelanzea Eleanor Catton recebeu o prêmio Man Booker Prize, Alice Munro canadense ganhou o Prêmio Nobel de Literatura e a norte-americana Sheri Fink e a Chimamanda Ngozi nigeriana faturaram o National Book Critics Circle, pode até parecer pouca coisa mais não é bem assim, o livro Americanah de Chimamanda, por exemplo, ganhou notoriedade no mundo logo depois que Beyoncé o sampleou na música, estão entendendo?. Então eu pergunto onde estão essas mulheres? Na literatura, nos negócios, nos esportes, na impressa, mas de forma qualificada e dando o devido valor que o trabalho das mulheres também exerce no mundo.
E para ilustrar melhor o post d e hoje selecionei quatro livros de escritoras premiadas e que desenvolvem trabalhos maravilhosos e dignos de serem lidos e compartilhados.

Lançado aqui no Brasil em Agosto do ano passado, "Americanah" (R$ 54) retrata a história de uma jovem nigeriana Ifemelu, que toda sua vida mudar depois que se muda para os Estados unidos para estudar.
Quando ela saiu de seu país o governo estava sendo regido por militares e as universidades nacionais paralisadas pelas greves. Quando ela chega em solo norte-americano ela é exposta pela primeira vez a um cenário de duplo preconceito por ser negra e mulher e assim começa suas reflexões sobre questões de gênero e raça. Depois de quinze anos, Ifemelu vira uma blogueira de sucesso e decidi rever seu país natal. Quando volta á Nigéria, ela encontra um cenário totalmente diferente de outrora, acaba reencontrando Obinze, seu namorado na época de adolescência. Chimamanda Ngozi Adichie é uma das principais escritoras nigerianas de sua época e foi vencedora do Nataional Book Critics Circle Award, pelo livro "Americanah".

Calrice Freire é autora do caderno "Pó de Lua" (R$ 34) um moleskine que reúne desenhos e poemas, bem parecido com o Livro de Pedro Anhorn " Eu me Chamo Antônio".
Ele é inspirado pelas quatro fases da lua - nova, cheia, minguante e crescente-, seus textos são cheios de sentimentos, com frases que remetem os sentimentos de paixão, alegria e medo, tanto a caligrafia quanto as ilustrações tem uma assinatura única.
O livro é o resultado da coletânea que ela publicava em uma página do facebook com o mesmo nome do livro, a cada página folheada percebesse a delicadeza e sutileza que foi dedicada em cada novo poema escrito.

Esse livre tem cerca de 800 paginas e parece aqueles livros russo que tem vários nomes é para que você não esqueça de ninguém vai precisar anotar. Lançado em Junho do ano passado " Os Luminares" (R$ 69,90) se passa na Nova Zelândia no século 19. A história começa com a chegada do jovem Walter Moody no vilarejo de Hokitika em meio a corrida do ouro no país.
Logo que ele chega já esta implantado um mistério na cidade:o desaparecimento do homem mais rico da cidade e a morte de um ermitão. Ao longo da narrativa vários personagens vão aparecendo e se envolvendo no caso: um político que só se preocupa com seu eleitorado, um chinês que trafica ópio, um cafetão magnata, um novato reverendo e uma prostituta de luto. O livro foi o romance mais longo a ganhar o Men Book Prize.

20 histórias contadas, onde a busca da maternidade, unir a família, encontrar a felicidade, combater a solidão são algumas das lutas vividas pelos personagens que Marcela Serrano narra em "Doce inimiga minha" (R$ 25,90).
O Livro explora a ótica das mulheres em um universo bem mais particular, são mulheres de várias nacionalidades, ideologias e idades. Vidas mostradas com seus lados vulneráveis que precisam se reinventar a cada novo momento que suas crises precisam ser superadas e preencher aquele buraco existencial.

Amores fiquei super feliz em fazer esse post hoje! Feliz mesmo :)

Beijo Grande.

You May Also Like

0 comentários

Quero muito sabe o que você achou, não vai antes de me contar viu!